O fã Francisco Silva, de 21 anos, que correu para acompanhar o carro com caixão de Marília Mendonça disse que curou uma depressão ouvindo músicas da cantora, em Goiânia. Um vídeo, registrado pelo Globocop, mostra quando o jovem está correndo pela rodovia na pista contrária. Ele percorreu cerca de 13km (veja acima).

“O que me motivou a fazer isso foi o amor que sinto por ela. Ela, as músicas dela, acalmam as pessoas. No meu caso, me ajudou bastante a sair da depressão. Colocava as músicas dela para ouvir e me acalmavam. Aquilo ali foi me tirando e hoje estou aqui bem e feliz graças a ela”, contou.


O jovem, que viralizou nas redes sociais, contou que, por questões financeiras, só teve a oportunidade de ir a um show da cantora na capital. O evento, intitulado “Em Todos os Cantos”, promoveu shows da artista em várias cidades e de graça.

“Muitas pessoas me criticaram falando que aquilo que eu estava fazendo era por fama, mas não. O que eu fiz saiu do coração. Eu, correndo, foi a única foram que achei de homenageá-la. A rainha do Brasil que ajudou muitas pessoas”, contou ao g1.

A cantora goiana de 26 anos morreu na sexta-feira em um acidente de avião em Carantinga (MG). Além dela, outras quatro pessoas estavam na aeronave e também morreram.

O corpo da cantora foi enterrado na noite deste sábado no cemitério Parque Memorial, em Goiânia, em cerimônia reservada à família e amigos mais próximos. O corpo de Abicieli Silveira Dias Filho, assessor e tio da cantora que também morreu no acidente, foi sepultado no mesmo lugar.

Antes disso, uma multidão acompanhou o velório no Ginásio Goiânia Arena e prestou homenagens.

Acidente de avião
Além de Marília e do tio, morreram no acidente o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior; o copiloto, Tarciso Pessoa Viana; e o produtor Henrique Ribeiro.

Ainda não se sabe a causa do acidente. O Cenipa, órgão da Aeronáutica, vai apurar o que houve. O avião decolou de Goiânia no início da tarde e caiu em uma cachoeira de Caratinga por volta de 16h.