Após a notícia de que parentes foram encontrados mortos neste sábado (16), depois do naufrágio de um barco-hotel no Pantanal, o restante da família está de luto em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Seis pessoas foram encontradas mortas, uma está desaparecida e 14 sobreviveram ao acidente.

Sobrinha de uma das vítimas, a empresária Thamiris Furquim, de 31 anos, contou que o tio Olímpio Alves de Souza, casado com a irmã do pai dela, era acostumado a ir pescar com a família, mas que há muito tempo não faziam isso por causa da pandemia da Covid-19.

“Clima muito ruim, situação muito trágica. […] Meu pai e tio Olímpio eram acostumados a irem pescar juntos, mas tem certo tempo que não viajavam. Outras pessoas estavam indo pela primeira vez”, lamentou.


Fonte: G1 Goías